CLIQUE PARA OUVIR JOSSANDRA BARBOSA









Queremos agradecer a todos os nossos alunos, seguidores, colaboradores e funcionários que fazem de nosso trabalho um SUCESSO. Feliz ANO NOVO!!!!.E aguardem o lançamento do nosso livro DIPP em Fevereiro de 2017. Para sair desta tela clique no X abaixo ou Esc no seu teclado.Antes de Sair curta nossa fan page


FORME SUA CARAVANA E PARTICIPE

FORME SUA CARAVANA E PARTICIPE
Inscrições abertas

segunda-feira, 11 de maio de 2015

O que é a Psicopedagogia Popular

O que é a Psicopedagogia Popular?



Entendemos que popular significa chegar ao POVO. Povo é toda a população e não apenas uma parte dela. Psicopedagogia Popular é a luta pela valorização do psicopedagogo, reconhecimento da profissão mas acima de tudo a divulgação do que é a psicopedagogia.

Durante muitos anos somente pessoas de alto poder aquisitivo levavam seus filhos aos tratamentos psicopedagógicos, poucos trabalhos públicos foram realizados. As discussões da área centravam em alguns congressos e encontros anuais com altos custos de participação, altas taxas de filiação a entidades de psicopedagogia, centralização de decisões em poucos grupos de destaque na área psicopedagógica fizeram com que milhares de alunos saíssem frustados de seus cursos por não encontrar vaga no mercado de trabalho ou por tantas barreiras burocráticas para atuar como profissional o que resultou em uma grande parcela de psicopedagogos que abondaram a psicopedagogia ou não acreditaram e nem lutaram por ela.

 Uma pergunta que norteia a psicopedagogia popular é: Como vão reconhecer o nosso trabalho se a sociedade não sabe o que podemos fazer por ela ou se mesmo os psicopedagogos não sabem seus direitos e deveres e nem como lutar pela profissão?

As respostas a estas perguntas são lemas da Psicopedagogia Popular. Levar os conhecimentos da Psicopedagogia a todos e a qualquer lugar.Principalmente ao profissional psicopedagogo.

A psicopedagogia Popular defende:
  •  que a psicopedagogia deve estar presente em todos os ambientes de trabalho humano ( institucionais, empresas, clínicos, hospitalares, assistenciais, voluntariados, etc) como também em ambientes como Igrejas, Projetos Sociais, Shoppings, Novelas, Telejornais, Revistas , Livros , numa conversa nas calçadas, ou seja em todo lugar.
  •  a reorganização dos cursos de psicopedagogia para que não sejam ofertados disciplinas separados (como acontece hoje onde se separa clínico e institucional). Entendemos como clínico método e clínica ambiente de trabalho desta forma o curso de psicopedagogia deve ser completo e deve oferecer ao psicopedagogo todo o conteúdo para que ele possa usar em qualquer ambiente de trabalho. 
  •  a criação dos sindicatos de psicopedagogia por todo o Brasil a fim de lutar pelos direitos trabalhistas do psicopedagogo de trabalha de forma autônoma ou privada.
  • a criação de um conselho federal de profissão para organizar os profissionais e assim surgir diretrizes profissionais;
  • abertura de mais concursos para psicopedagogos para as escolas públicas.
  • a inclusão do psicopedagogo do sistema único de saúde ambulatorial e de internação pediátricas.
  •  a criação de mais cursos de Psicopedagogia em nível de graduação nas universidades públicas e privadas.
  • a inclusão dos atendimentos psicopedagógicos terapêuticos nos planos de saúdes.
  • a criação de centros municipais de atendimentos psicopedagógicos para atender as crianças com dificuldades e transtornos de aprendizagem oriundas do ensino publico.
  • acessibilidade de informação sobre a profissão aos psicopedagogos.
  • eventos populares de capacitação profissional.


Sonhamos com uma psicopedagogia para todos, em todas as cidades brasileiras, onde o profissional de psicopedagogia possa identificar-se com a profissão, amá-la e lutar por ela. Sendo valorizado e remunerado adequadamente.

Desta forma todas as ações descritas nesta página mostram que é possível levar a psicopedagogia para ambientes fora de congressos, salas de aulas ou cursos de formações. Mostra mais ainda que as pessoas têm sede de conhecimento e se encantam com a psicopedagogia quando às apresentamos seus benefícios. 

Acreditamos que se a População Brasileira como um todo, em todas as camadas populares conhecerem o trabalho do psicopedagogo o trabalho deste profissional vai ser mais requisitado. Mais cargos nos postos de saúde serão ofertados, mais escolas vão contratar este profissional, mais concursos irão trazer vagas para o psicopedagogo além de que mais clientelas terão os que atendem em espaços clínicos. 

Mas também defendemos que o psicopedagogo seja um profissional acessível. Que ele possa contribuir com seus conhecimentos com outras áreas, trabalhando em equipes multidisciplinares sendo respeitado e conhecendo os limites de sua função.

Quantas pessoas somente no Brasil não conhecem a psicopedagogia? Quantos deixaram de aprender porque não tiveram a oportunidade de diagnóstico e intervenção precocemente ou de um professor com um olhar diferenciado para as dificuldades de aprendizagem.

Sabemos que esta não é uma luta fácil. Também sabemos que ela é possível. Ela já começou. Agora brotou o desejo do seu coração de fazer parte deste grande movimento. Venha para a psicopedagogia popular. Seja um defensor da psicopedagogia para TODOS.

CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODA A TRAJETÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR EM PSICOPEDAGOGIA E VEJA COMO FOI  I CONGRESSO DE PSICOPEDAGOGIA POPULAR EM 2015


CLIQUE AQUI E VEJA A CRIAÇÃO DO SINDICATO DE PSICOPEDAGOGIA DO BRASIL


0 comentários:

Leia também neste site...

2leep.com