CLIQUE PARA OUVIR JOSSANDRA BARBOSA









Queremos agradecer a todos os nossos alunos, seguidores, colaboradores e funcionários que fazem de nosso trabalho um SUCESSO. Feliz ANO NOVO!!!!.E aguardem o lançamento do nosso livro DIPP em Fevereiro de 2017. Para sair desta tela clique no X abaixo ou Esc no seu teclado.Antes de Sair curta nossa fan page


SAIBA COMO TER A SUA CARTEIRA

sábado, 24 de janeiro de 2015

TERMINEI MEU CURSO DE PSICOPEDAGOGIA E AGORA COMO POSSO ATUAR?

TERMINEI MEU CURSO DE PSICOPEDAGOGIA E AGORA COMO POSSO ATUAR?

Você terminou seu curso e agora? O que fazer? Como você pode atuar?
pp. Jossandra Barbosa

Começar um negócio não é fácil. Geralmente quem é levado a um curso de psicopedagogia trabalha como professor, ou tem outro trabalho. Com exceções daqueles jovens que logo que saem das faculdades e já correm para uma especialização ou aqueles que tiveram a oportunidade de fazer a graduação em psicopedagogia. Desta forma você se vê com outro problema: como conciliar as duas funções, ou até três? Como investir numa área que não sei se vai dar retorno? Devo sair do meu emprego? É certo embargar de corpo e alma neste novo sonho?
A grande maioria dos psicopedagogos, ouso dizer que 95%, são mulheres. Talvez por um conceito errôneo de que a psicopedagogia é pedagogia e psicologia, pois sabemos que vai além destas áreas ou até porque há uma idéia do senso comum de que psicopedagogo é um profissional para as escolas.
 Essas mulheres, por sua vez, chegam a psicopedagogia por volta dos 30 anos (no caso das que fazem pós graduações) já se arriscaram por várias áreas, possuem filhos, maridos, ou já tiveram, desta forma são pessoas propensas a depressão, medo de investir no novo, insegurança e baixa-estima. Essas mulheres passaram por muitas experiências e até problemas de saúde.
Ao pensar em montar um negócio próprio a primeira dúvida é “Será que vai dar certo”. Ninguém sabe.
É necessário ter coragem e enfrentar o processo de mudança, para isso tomar decisões. Para quem está começando sua vida profissional é um desafio empolgante, mas para quem está recomeçando ou continuando é uma barreira gigantesca a enfrentar.
O primeiro passo é o planejamento. É importante que você saiba exatamente que área que investir. Como aqui estamos falando dos consultórios (espaços) psicopedagógicos vamos focar no tema e apenas delinear poucos comentários em outros investimentos da psicopedagogia.
Dentro do seu planejamento pare e pense:
1-    Realmente quero fazer este investimento?
2-    Aceito os riscos?
3-    Tenho meios de investir neste negócio?
Se suas respostas foram sim para todas as perguntas. Você está pronto para seguir adiante.
            A área de atuação em Clinica é um grande mercado, mas que se torna difícil dependendo da cidade e região brasileira.
A psicopedagogia precisa caminha para a popularização de seus serviços. Como a população não conhece o que fazemos, não procura nossos serviços.
Desta forma dentro da fase do planejamento procure estudar o seu mercado de atuação no seu município:
1-    Faça uma pesquisa de mercado
·         Visite clínicas
·         Ligue e pergunte o preço de consultas, sessões, promoções, tempo de duração, se aceitam planos e etc;
2-    Faça um gráfico com dos dados obtidos;
3-    Pesquise Preços de produtos (brinquedos, jogos, material de escritório, etc);
4-    Procure um contador;
5-    Organize material de avaliação psicopedagógica (de preferência monte um portfólio clinico ou organize em pastas;
6-    Faça cursos específicos de avaliação e intervenção psicopedagógicos complementares e de capacitação (este curso nunca é o bastante);
7-    Procure o local (pense no estacionamento, paradas de ônibus, questões de segurança, luz, umidade, conservação do local, acesso a deficientes físicos, etc)
8-    Compre os materiais de decoração, ambientalização, bebedouro, birôs, mesinhas (neste material você vai encontrar toda a lista de material a comprar).
9-    Antes de terminar a reforma e decoração já comece a divulgar seu trabalho;
10- Organize seus horários (no início não se afaste totalmente de outros trabalhos que você possui você precisará de uma fonte de renda fixa e segura para cobrir suas despesas pessoais)
11- Busque um (a) profissional para realizar sua supervisão presencial ou à distância, pelo menos duas vezes no mês;


Tudo pronto agora é só começar a trabalhar. Pense sempre positivo. Tenha paciência, perseverança e confie em você. O sucesso só acontece para os que fazem algo diferente, ousam, desafiam e principalmente não desistem.


veja também


5 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pela página tem me esclarecido muitas dúvidas!!! Juliana Mendonça

Ticiana Silva disse...

Parabéns.... Você não imagina o quanto tem me ajudado, meu sonho é ter a minha clínica e já estou organizando a estrutura...obrigada!

Anônimo disse...

Boa tarde. Tenho uma dúvida pertinente com relação as especializações na área da educação. Faço pós em Neuropsicopedagogia e em Educação Especial para deficiências mentais. Bem, para realizar atendimentos como tenho que ter de fato a pós de Psicopedagogia ou a Neuropsicopedagogia faz o mesmo papel?

Jossandra Barbosa disse...

São duas pós graduações diferente. Psicopedagogia é mais completo e neuropsicopedagogia é mais restrita.

Vania Wainer da Silva disse...

Boa tarde, você comenta em clínica, posso iniciar os atendimentos em comodo da casa? Tenho uma peça sem uso e mães procurando atendimentos para seus filhos...
Outra dúvida é com relação a supervisão que você comentou pelo menos duas vezes no mês, como assim? Que tipo de supervisão?
Para atender em casa necessito de algo burocrático ou somente organizar o espaço adequadamente?
Obrigado e adorei suas dicas!

Leia também neste site...

2leep.com