CLIQUE PARA OUVIR JOSSANDRA BARBOSA









Queremos agradecer a todos os nossos alunos, seguidores, colaboradores e funcionários que fazem de nosso trabalho um SUCESSO. Feliz ANO NOVO!!!!.E aguardem o lançamento do nosso livro DIPP em Fevereiro de 2017. Para sair desta tela clique no X abaixo ou Esc no seu teclado.Antes de Sair curta nossa fan page


Faça já sua Inscrição!

Faça já sua Inscrição!

sábado, 24 de janeiro de 2015

TERMINEI MEU CURSO DE PSICOPEDAGOGIA E AGORA COMO POSSO ATUAR?

TERMINEI MEU CURSO DE PSICOPEDAGOGIA E AGORA COMO POSSO ATUAR?

Você terminou seu curso e agora? O que fazer? Como você pode atuar?
pp. Jossandra Barbosa

Começar um negócio não é fácil. Geralmente quem é levado a um curso de psicopedagogia trabalha como professor, ou tem outro trabalho. Com exceções daqueles jovens que logo que saem das faculdades e já correm para uma especialização ou aqueles que tiveram a oportunidade de fazer a graduação em psicopedagogia. Desta forma você se vê com outro problema: como conciliar as duas funções, ou até três? Como investir numa área que não sei se vai dar retorno? Devo sair do meu emprego? É certo embargar de corpo e alma neste novo sonho?
A grande maioria dos psicopedagogos, ouso dizer que 95%, são mulheres. Talvez por um conceito errôneo de que a psicopedagogia é pedagogia e psicologia, pois sabemos que vai além destas áreas ou até porque há uma idéia do senso comum de que psicopedagogo é um profissional para as escolas.
 Essas mulheres, por sua vez, chegam a psicopedagogia por volta dos 30 anos (no caso das que fazem pós graduações) já se arriscaram por várias áreas, possuem filhos, maridos, ou já tiveram, desta forma são pessoas propensas a depressão, medo de investir no novo, insegurança e baixa-estima. Essas mulheres passaram por muitas experiências e até problemas de saúde.
Ao pensar em montar um negócio próprio a primeira dúvida é “Será que vai dar certo”. Ninguém sabe.
É necessário ter coragem e enfrentar o processo de mudança, para isso tomar decisões. Para quem está começando sua vida profissional é um desafio empolgante, mas para quem está recomeçando ou continuando é uma barreira gigantesca a enfrentar.
O primeiro passo é o planejamento. É importante que você saiba exatamente que área que investir. Como aqui estamos falando dos consultórios (espaços) psicopedagógicos vamos focar no tema e apenas delinear poucos comentários em outros investimentos da psicopedagogia.
Dentro do seu planejamento pare e pense:
1-    Realmente quero fazer este investimento?
2-    Aceito os riscos?
3-    Tenho meios de investir neste negócio?
Se suas respostas foram sim para todas as perguntas. Você está pronto para seguir adiante.
            A área de atuação em Clinica é um grande mercado, mas que se torna difícil dependendo da cidade e região brasileira.
A psicopedagogia precisa caminha para a popularização de seus serviços. Como a população não conhece o que fazemos, não procura nossos serviços.
Desta forma dentro da fase do planejamento procure estudar o seu mercado de atuação no seu município:
1-    Faça uma pesquisa de mercado
·         Visite clínicas
·         Ligue e pergunte o preço de consultas, sessões, promoções, tempo de duração, se aceitam planos e etc;
2-    Faça um gráfico com dos dados obtidos;
3-    Pesquise Preços de produtos (brinquedos, jogos, material de escritório, etc);
4-    Procure um contador;
5-    Organize material de avaliação psicopedagógica (de preferência monte um portfólio clinico ou organize em pastas;
6-    Faça cursos específicos de avaliação e intervenção psicopedagógicos complementares e de capacitação (este curso nunca é o bastante);
7-    Procure o local (pense no estacionamento, paradas de ônibus, questões de segurança, luz, umidade, conservação do local, acesso a deficientes físicos, etc)
8-    Compre os materiais de decoração, ambientalização, bebedouro, birôs, mesinhas (neste material você vai encontrar toda a lista de material a comprar).
9-    Antes de terminar a reforma e decoração já comece a divulgar seu trabalho;
10- Organize seus horários (no início não se afaste totalmente de outros trabalhos que você possui você precisará de uma fonte de renda fixa e segura para cobrir suas despesas pessoais)
11- Busque um (a) profissional para realizar sua supervisão presencial ou à distância, pelo menos duas vezes no mês;


Tudo pronto agora é só começar a trabalhar. Pense sempre positivo. Tenha paciência, perseverança e confie em você. O sucesso só acontece para os que fazem algo diferente, ousam, desafiam e principalmente não desistem.


veja também


5 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pela página tem me esclarecido muitas dúvidas!!! Juliana Mendonça

Ticiana Silva disse...

Parabéns.... Você não imagina o quanto tem me ajudado, meu sonho é ter a minha clínica e já estou organizando a estrutura...obrigada!

Anônimo disse...

Boa tarde. Tenho uma dúvida pertinente com relação as especializações na área da educação. Faço pós em Neuropsicopedagogia e em Educação Especial para deficiências mentais. Bem, para realizar atendimentos como tenho que ter de fato a pós de Psicopedagogia ou a Neuropsicopedagogia faz o mesmo papel?

Jossandra Barbosa disse...

São duas pós graduações diferente. Psicopedagogia é mais completo e neuropsicopedagogia é mais restrita.

Vania Wainer da Silva disse...

Boa tarde, você comenta em clínica, posso iniciar os atendimentos em comodo da casa? Tenho uma peça sem uso e mães procurando atendimentos para seus filhos...
Outra dúvida é com relação a supervisão que você comentou pelo menos duas vezes no mês, como assim? Que tipo de supervisão?
Para atender em casa necessito de algo burocrático ou somente organizar o espaço adequadamente?
Obrigado e adorei suas dicas!

Leia também neste site...

2leep.com