CLIQUE PARA OUVIR JOSSANDRA BARBOSA









Queremos agradecer a todos os nossos alunos, seguidores, colaboradores e funcionários que fazem de nosso trabalho um SUCESSO. Feliz ANO NOVO!!!!.E aguardem o lançamento do nosso livro DIPP em Fevereiro de 2017. Para sair desta tela clique no X abaixo ou Esc no seu teclado.Antes de Sair curta nossa fan page


PRAMED-Programa de acesso ao mestrado e doutorado

PRAMED-Programa de acesso ao mestrado e doutorado
Inscrições abertas

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Como está a Regulamentação da Psicopedagogia?

Anda totalmente PARADA....

2015 chegou e nada da lei 3.512/10, que regulamentará a profissão do psicopedagogo, ser aprovada. Infelizmente foi ao contrário com tantas mudanças na lei ela voltou para a comissão de educação e cultura e vai ser analisada e votada tudo novamente.
Mas você pode estar pensando????
E todas as postagens no facebook e por e-mail comemorando a regulamentação da psicopedagogia em Fevereiro de 2014.
Isso mesmo, houve muita informação de que a lei tinha sido aprovada. E foi. Mas como houve propostas de emendas elas tiveram que voltar e serem analisadas.
As emendas basicamente foram:
- Mudança de 600h  para 450 hs como carga horária para a formação em psicopedagogia na forma de especialização scritu sensu.
- Retirada da criação do conselho federal de psicopedagogia
-Retira da obrigatoriedade de filiar a um órgão de classe para exercer a profissão.
(isso mesmo não é obrigatório carteiro ou filiar-se a qualquer instituição para exercer a psicopedagogia, ou seja isto nunca foi obrigado)

A lei ficou apenas com 6 artigos, bem delimitada. o que há muito tempo estamos dizendo aos psicopedagogos ficarem de olho, porque regulamentar sem organizar a categoria não vai trazer muitos benefícios reais aos profissionais.
Ficamos felizes que o movimento iniciado aqui, hoje está sendo discutido em todo o país: A criação dos sindicatos de psicopedagogia.
O primeiro sindicato já foi formado, no Piauí surgiu o SINDPSICOPp-Pi que já está atuando em defesa , valorização e divulgação da psicopedagogia no Estado.E outros estão em fase de organização.

Os sindicatos não substituem os conselhos, mas são uma instituição jurídica classista que representam os psicopedagogos e que lutam pelas causas salarias, pelo cumprimento de horas de trabalho, por um piso nacional nas instituições, por convenções coletivas, por seminários e congressos populares e assessoria jurídica para a categoria.

Para ver o andamento do projeto de lei no senado federal clique aqui e depois clique em tramitação na página que será aberta.

0 comentários:

Leia também neste site...

2leep.com