CLIQUE PARA OUVIR JOSSANDRA BARBOSA









Queremos agradecer a todos os nossos alunos, seguidores, colaboradores e funcionários que fazem de nosso trabalho um SUCESSO. Feliz ANO NOVO!!!!.E aguardem o lançamento do nosso livro DIPP em Fevereiro de 2017. Para sair desta tela clique no X abaixo ou Esc no seu teclado.Antes de Sair curta nossa fan page


PRAMED-Programa de acesso ao mestrado e doutorado

PRAMED-Programa de acesso ao mestrado e doutorado
Inscrições abertas

domingo, 20 de julho de 2014

INFORMAÇÕES SOBRE CONCURSOS EM PSICOPEDAGOGIA


Já algum tempo tenho observado algumas irregularidades nos concursos abertos para a área da psicopedagogia. Buscando entender quais parâmetros eram usados para a construção do edital, com ajuda de um psicopedagogo amigo, encontramos no site da ABPP(http://www.abpp.com.br/parametros-para-a-elaboracao-de-consursos-publicos-para-psicopedagogos) as orientações para que se crie concursos públicos na área da psicopedagogia. Lembrando que a ABPP não representa toda a categoria, apenas seus associados, pois não é um órgão de classe, tal parâmetros deveriam ser feitos por um conselho de profissão(CRPp-Conselho Federal de Psicopedagogia ) que ainda não existe porque a psicopedagogia NÃO FOI REGULAMENTADA

Bem vamos as irregularidades. No quinto capitulo encontramos a seguinte informação:
V – Pré - Requisitos (para ser candidato)
  • Experiência mínima comprovada de 2 (dois) anos na área;
  • Comprovante atualizado de associado por no mínimo dois anos da Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPp).
 VEJA O QUE DIZ O SITE DA ABPP NO SEU LINK sobre a  adesão a suas ANUIDADES
:
"2.     Somente o associado rigorosamente em dia com suas contribuições terá direito aos descontos nos eventos da ABPp e de seus Parceiros, inclusive à declaração de associado ao órgão de classe, exigido por muito concursos públicos para o cargo de psicopedagogo." FONTE  SITE DA ABPP 

VALE LEMBRAR que a ABPP é uma ONG( INFORMAÇÃO QUE VC TEM ACESSO NO ESTATUTO DESTA ENTIDADE) e não conselho de representação de categoria desta forma nenhum psicopedagogo brasileiro está obrigado a pagar nenhuma taxa PARA atuar profissionalmente.

Estas imposições dos concursos podem ser facilmente serem derrubadas ela não tem base legal. A lei que traz as diretrizes profissionais da psicopedagogia é a PL 3512/10 e não HÁ nela nenhuma obrigação de se filiar a qualquer instituição.

O capítulo VII  fala sobre o– Salário

"A ser definido pelas autoridades competentes, levando em consideração a realidade de cada região, tomando como parâmetro mínimo a remuneração dos profissionais que integram o corpo técnico das instituições onde serão criados os cargos. "
Existe urgente a necessidade de serem criados os sindicatos dos psicopedagogos em cada Estado brasileiro. Pois são os sindicatos que realização convenções coletivas e podem fixar pisos salarias para a categoria. Deixando em aberto para cada gestor escolher quanto vai pagar sem dar-lhe um padrão causa o que temos visto ultimamente nos concursos, sálarios defasados e incoeerentes com o cargo. Já vi concursos oferecer 840,00 para um psicopedagogo com 40 horas.

É importante que todos os psicopedagogos acordem para o momento político que estamos vivendo na psicopedagogia. Que possamos lutar pela aprovação da lei 3512/10 que encontra-se parada no Senado Federal. Lutar pela criação de um conselho federal E DOS SINDICATOS que representem a classe . Necessitamos de representação política, de popularização de nossos serviços, que concursos não sejam só abertos para escolas, mas para creches, hospitais e que vagas sejam oferecidas em empresas.
ENTRE NA LUTA PELA CRIAÇÃO DOS SINDPSICOPp - sindicatos de psicopedagogia

1 comentários:

Edcelma Borges Angelo disse...

Achei muito bom essa proposta, acho que ja passou da hora da nossa categoria avançar .Hoje os tempos mudaram não tem como ter uma escola e não ter um psicopedagogo..cada vez mais nossas crianças requer um profissional bom e atuante nessa area.

Leia também neste site...

2leep.com